close

Notícias

Notícias

Palestras no SETRANS: O futuro do Brasil; As reformas em debate e as eleições de 2018 

abc_empresarial_logo

O SETRANS receberá dois jovens para palestras com os temas “O futuro do Brasil” e “As reformas em debate e as eleições de 2018”, no Programa Ação ABC Empresarial – Negócios e Debates no TRC – programado para o próximo dia 14 de agosto.

O empresário do setor de reciclagem de aço, Arthur Moledo do Val, falará sobre “O Futuro do Brasil”. Val estudou Engenharia Química na Escola de Engenharia de Mauá. Criador do canal “Mamãefalei”, que aborda temas polêmicos e mostra em campo as contradições do pensamento de quem milita contra as liberdades, ainda que sem notar.

Arthur Moledo do Val
 Arthur Moledo do Val, empresário

A palestra “As reformas em debate no Congresso e as eleições de 2018”  será apresentado por Kim Kataguiri, fundador e coordenador Movimento Brasil Livre. Kataguiri foi considerado um dos jovens mais influentes do mundo pela revista TIME em 2015, por seu ativismo em prol da liberdade política e econômica. Manteve coluna no jornal Folha de SP de 2016 a 2017. Atualmente escreve para o HuffPost Brasil e comenta o cenário político diariamente na Rádio ABC.

Kim Kataguiri
Kim Kataguiri, coordenador Movimento Brasil Livre

Parceiros

O Programa Ação ABC Empresarial tem o apoio e parceria das seguintes empresas: Petrobras; Man Latin America; Iveco; Sascar; SNS; Autotrac; DSS; Guia do Transportador e Mercedes-Benz.

Mais informações: administracao@setrans.com.br; telefone (11) 4330-4800.

Programação – 14 de agosto de 2017

Local: Sede do SETRANS

18h30 – Coquetel de boas-vindas

19h00 – Palestras

– Tema: O Futuro do Brasil

Palestrante: Arthur Moledo do Val

– Tema: As reformas em debate no Congresso e as eleições de 2018

Palestrante: Kim Kataguiri

20h30 – Jantar

Fonte: Imprensa SETRANS –  20/7/2017

read more
Notícias

Uma década de Despoluir

no thumb

Iniciativas do programa ambiental do transporte reduzem emissão de poluentes e melhoram qualidade de vida do trabalhador do transporte.

O Despoluir – Programa Ambiental do Transporte –, desenvolvido pela CNT e pelo SEST SENAT, completa neste mês dez anos de existência. O programa chegou à marca de 2 milhões de avaliações de caminhões e de ônibus por meio do projeto Redução da Emissão de Poluentes pelos Veículos. No período, foram atendidas aproximadamente 19 mil empresas e cerca de 21 mil autônomos.

O presidente da CNT, Clésio Andrade, celebra o fato de o programa ter contribuído para a redução da emissão de poluentes pelos veículos de carga e de passageiros e, por extensão, ter garantido mais qualidade de vida aos trabalhadores do setor. Nesses anos, a iniciativa tem incentivado os transportadores a adotarem práticas ambientalmente responsáveis e a diminuírem os impactos do setor ao meio ambiente e à saúde do trabalhador do transporte.

“O setor transportador foi pioneiro ao assumir sua parcela de responsabilidade socioambiental uma década atrás. Hoje temos orgulho de constatar que o Despoluir se tornou a maior ação empresarial de gestão ambiental em curso no Brasil e uma das maiores do mundo. As ações de conscientização, promovidas pelo programa, garantem benefícios diretos para o meio ambiente e para a saúde dos trabalhadores, além de aumentar a eficiência e contribuir para a redução dos custos operacionais das empresas”, declara. Na avaliação de Clésio Andrade, a atuação da CNT e do SEST SENAT – como grandes instituições de representação do setor transportador do país que são – confere a abrangência em escala nacional ao programa e a capilaridade necessária para alcançar todos os transportadores e a sociedade brasileira.

O programa vem contribuindo para a formulação e execução de políticas públicas na área ambiental, com representação nos principais fóruns de discussão do tema, especialmente no Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) e no Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas. As unidades do SEST SENAT promovem cursos com temática ambiental para aprimorar as práticas dos trabalhadores do transporte. Já as federações afiliadas à CNT, além das avaliações veiculares, oferecem orientações técnicas para o gerenciamento das atividades e promovem prêmios para estimular práticas socioambientais no setor.

Agenda mundial

A representante da CNT no Conama e consultora do Despoluir, Patrícia Boson, esclarece que investir na conservação do meio ambiente está diretamente ligado à sobrevivência sustentável do setor, que tem muito a contribuir com os compromissos climáticos. Segundo ela, os problemas ambientais adquiriram uma dimensão que excede a preocupação em esfera local, requerendo atuação em nível global na busca pela sustentabilidade. Exemplo disso é que, no final de 2015, foi assinado o Acordo de Paris na 21ª Conferência das Partes – COP21. “O setor transportador pode contribuir significativamente para o alcance dos compromissos nacionais, com medidas de eficiência energética, expansão do consumo de biocombustíveis, melhorias na infraestrutura e melhor aproveitamento dos modais de transporte”, explica.

Na atuação para incentivar a adoção de sistemas de gestão ambiental e seu aprimoramento contínuo, o programa ouviu empresários do setor para produzir publicações como a Sondagem CNT de Gestão Hídrica – Transporte Rodoviário Coletivo de Passageiros 2017, o Manual CNT de Gestão Hídrica – Transporte Rodoviário Coletivo de Passageiros e a Sondagem Ambiental do Transporte. O Despoluir também estimula o reconhecimento de reportagens jornalísticas que abordam questões socioambientais do setor de transporte por meio da categoria Meio Ambiente e Transporte, no Prêmio CNT de Jornalismo.

Fonte:  Agência CNT de Notícias – 20/7/2017

read more
Notícias

Hidrovia Tietê-Paraná dá sinais de recuperação após paralisação e período de estiagem

no thumb

Após dois anos de paralisação das atividades e mais de 3 mil trabalhadores demitidos, a hidrovia Tietê-Paraná está retomando as atividades. O vai e vem de barcaças no porto intermodal de Pederneiras (SP) é um sinal dessa recuperação.

De maio de 2014 a janeiro de 2016, o baixo nível dos reservatórios de Ilha Solteira e Três Irmãos devido à estiagem impossibilitaram as atividades na hidrovia. Com isso o transporte de grãos como milho e soja, além de produtos como óleo vegeral, carvão e cana-de-açúcar foi suspenso.

Só que agora, depois do período de estiagem, os 2,4 mil quilômetros de extensão da hidrovia voltaram a receber os comboios. A Hidrovia Tietê-Paraná é um importante corredor, para escoar as produções dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A principal vantagem é a relação custo-benefício um comboio com 4 barcaças é capaz de carregar o equivalente a 200 caminhões.

“A hidrovia pela sua condição, pelos preços menores, sem dúvida alguma cai como uma luva nessa questão. Se a gente colocar uma base de cem na rodovia, a hidrovia representa 30% desse custo. Sem dúvida é um ponto importante pra escoamento da produção a um custo de frete muito baixo”, destaca o economista Reinaldo Cafeo.

A hidrovia fechou 2016 com 8,7 milhões toneladas de produtos transportados. Dois milhões de toneladas a mais do que o volume transportado em 2013, antes da paralisação, quando foram transportados 6,3 milhões de toneladas. A expectativa é que 2017 encerre com uma movimentação 10% maior, totalizando a navegação de R$ 8 bilhões em mercadorias, por esse rio de negócios.

Boa parte dessa produção passa pelo porto intermodal de Pederneiras, onde é feito o transbordo e os produtos seguem de trem para o porto de Santos. Com a retomada do transporte cerca de 800 vagas emprego diretas foram reabertas. “A hidrovia hoje para nós é um segmento muito forte. Esse ano será um recorde para as empresas no segmento”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Armadores de Navegação Fluvial de São Paulo , Luizio de Rizzo Rocha.

Turismo e meio ambiente

Bom também para quem explora turismo pelo rio. Todos os anos mais de 300 mil pessoas navegam de barcos pelas águas do Tietê. “A gente comemora, fica muito feliz, afinal somos parceiros. O turista que está passeando com a gente, quando encontramos aquelas barcaças, que medem 140 metros, eles adoram, são imagens que você só vê em filmes né. Uma coisa está muito ligada a outra”, destaca o empresário do setor, Hélio Palmesan.

Mas os ganhos não são apenas econômicos. O transporte de cargas pela hidrovia também faz bem para o meio ambiente como explica o professor doutor em meio ambiente e recursos hídricos, Jazrael Henrique Rezende.

“Você imagina, um comboio, com dois motores funcionando, contra 200 carretas, com 200 motores funcionando, emitindo gases poluentes, gases de efeito estufa, gerando uma série de resíduos, óleos, lubrificantes, pneus, resíduos perigosos. Então, o custo ambiental da hidrovia, é muito menor.”

Fonte: G1 Bauru e Marília – 19/7/2017

read more
Notícias

Leilão da Ferrovia Norte-Sul será debatido em sessões públicas

no thumb

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) realizará, até o fim de agosto, cinco sessões públicas para receber contribuições da sociedade sobre o leilão da Ferrovia Norte-Sul, trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP).

Nessa quinta-feira (20), ocorrerá uma sessão em Goiânia. Ela será realizada das 14h às 18h, no Hotel Plaza Inn Augustus (av. Araguaia, nº 702 – Centro). As outras quatro ocorrerão em Palmas (TO), Uberlândia (MG), São Paulo (SP) e Brasília (DF). Veja o calendário abaixo.

O objetivo dos encontros é colher sugestões para aprimorar os estudos técnicos e as minutas do edital e do contrato da subconcessão da Ferrovia Norte-Sul.

Os interessados podem contribuir também por meio eletrônico, até as 18h do dia 11 de agosto. Todas as informações estão disponíveis no site da ANTT.

Sessões públicas:

Goiânia (GO)

Data: 20/7

Horário: das 14h às 18h

Endereço: av. Araguaia, nº 702 – Centro, Hotel Plaza Inn Augustus – sala Império Romano

 

Palmas (TO)

Data: 28/7

Horário: das 9h às 12h

Endereço: q. 101 Norte, av. Joaquim Teotônio Segurado, s/n – Centro, Hotel Girassol – sala Gardênia

 

Uberlândia (MG)

Data: 1º/8

Horário: das 14h às 18h

Endereço: av. Rondon Pacheco, nº 3.500 – Santa Maria, Hotel San Diego – sala Diamond Arch

 

São Paulo (SP)

Data: 3/8

Horário: das 14h às 18h

Endereço: rua Martins Fontes, nº 330, 1º andar Piso Convenção – bairro Consolação, Braston

Hotel São Paulo – salão Turmalina CDE

 

Brasília (DF)

Data: 7/8

Horário: das 14h às 18h

Endereço: SCES trecho 03, lote 10, projeto Polo Orla 08, auditório Eliseu Resende do edifício-sede da ANTT

Fonte: Agência CNT de Notícias – 19/7/2017

read more
Notícias

Estado abre programas para parcelamento de dívidas

no thumb

O governo do Estado de São Paulo abriu dois programas de parcelamento para contribuintes com dívidas de ICMS, IPVA, ITCMD e taxas. A Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) receberão adesões no período de 20 de julho  a 15 de agosto por meio dos sites do Programa Especial de Parcelamento (PEP do ICMS) e do Programa de Parcelamento de Débitos (PPD).

A Secretaria da Fazenda disponibilizou um canal exclusivo para os cidadãos que tenham dúvidas sobre a adesão aos programas. A central de atendimento 0800 170 110 funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 19h.

PEP do ICMS

Esta edição do Programa Especial de Parcelamento permitirá a inclusão de débitos de ICMS, inscritos e não-inscritos em dívida ativa, decorrentes de fatos geradores ocorridos até 31/12/2016. Para aderir ao PEP do ICMS, as empresas devem acessar o site  e efetuar o login no sistema com a mesma senha de acesso utilizada no Posto Fiscal Eletrônico (PFE).

Uma opção vantajosa para o contribuinte é o pagamento à vista, pois contarão com redução de 75% no valor das multas e 60% nos juros.

A empresa que decidir parcelar o débito poderá dividir em até 60 vezes, contando com 50% de abatimento no valor das multas e com redução de 40% dos juros. Neste caso a parcela mínima é de R$ 500,00. Serão aplicados juros mensais de até 0,64% para liquidação em até 12 (doze) parcelas; 0,80% para liquidação de 13 (treze) a 30 (trinta) parcelas; e 1% para liquidação de 31 (trinta e um) a 60 (sessenta) parcelas.

Programa de Parcelamento de Débitos (PPD)

O Programa de Parcelamento de Débitos receberá adesões de contribuintes com débitos inscritos em dívida ativa do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto sobre a Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens e Direitos (ITCMD). Os débitos tributários têm de ser decorrentes de fatos geradores ocorridos até 31/12/2016 e os débitos não-tributários devem ter vencido até 31/12/2016.

No PPD também será possível quitar com descontos de juros e multas ou parcelar débitos com taxas de qualquer espécie e origem, taxa judiciária, multas administrativas de natureza não-tributária, multas contratuais, multas penais, reposição de vencimentos de servidores de qualquer categoria funcional e ressarcimentos ou restituições.

A adesão ao PPD pode ser realizada pelo site. O login deve ser realizado com o CPF e a senha utilizada no sistema da Nota Fiscal Paulista – caso o contribuinte não seja participante do programa, deverá se cadastrar por meio do www.nfp.fazenda.sp.gov.br.

Para quitar o débito à vista, o PPD prevê redução 75% no valor das multas e 60% nos juros. Já para o pagamento parcelado em até 18 vezes, será concedido 50% de abatimento no valor das multas e redução de 40% dos juros, incidindo acréscimo financeiro de 1% (um por cento) ao mês. O valor de cada cota não deverá ser inferior a R$ 200 para pessoas físicas e R$ 500 para pessoas jurídicas.

Fonte: A Tribuna On-line – 17/7/2017

read more
Notícias

Transporte por ferrovias cresce 29,5% entre 2006 e 2016, diz ANTT

no thumb

O volume de carga transportada por ferrovias cresceu 29,5% entre 2006 e 2016, segundo dados do Anuário do Setor Ferroviário, lançado nesta terça-feira, 18, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Com a desestatização, cresceu o volume e caiu o número de acidentes”, comentou o superintendente de Infraestrutura e Transporte de Ferroviário de Cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Alexandre Porto.

“Em contrapartida, a velocidade média se reduziu.” Essa redução se deve ao adensamento das cidades, que força à redução da velocidade das composições. Os processos de renovação de contratos em curso na ANTT vão estabelecer metas de aumento da velocidade, com a execução de obras para eliminar gargalos. No entanto, para não elevar demais a exigência de investimentos, nem todas as obras necessárias foram contempladas.

Fonte: Estadão Conteúdo – 18/7/2017

read more
Notícias

Estado investe R$ 41 mi em obras de recuperação da SP-461

no thumb

O governador Geraldo Alckmin entregou nesta segunda-feira (17) as obras de melhorias na Rodovia Doutor Otaviano Cardoso Filho (SP-461), região Noroeste do Estado. Pista e acostamentos receberam asfalto novo em um percurso de 22,77 quilômetros, entre Monções e Andeara.

Além de beneficiar diretamente 12.956 moradores dos municípios, as melhorias vão trazer reflexos positivos. O trecho recuperado vai facilitar o tráfego de veículos que transportam produtos do agronegócio, em especial das usinas de álcool instaladas na região. Benefícios em agilidade e segurança estão previstos para rodovia.

“A terceira causa do maior número de mortes é causa externa. São acidentes nas estradas, acidentes de carro, de motocicleta, atropelamento. Então é a causa externa que nós precisamos diminuir. Boas estradas com acostamento, com rotatórias e com segurança é uma vacina para evitar acidentes. E é indutora do desenvolvimento”, disse Alckmin.

O Governo do Estado investiu R$ 41,9 milhões nas obras financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contratadas pelo DER, órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes. Os trabalhos foram iniciados em outubro de 2015 e finalizados em junho deste ano, com a geração de 287 postos de trabalho.

As obras do km 71,98 ao km 94,75, incluíram o recapeamento da pista e dos acostamentos, implantação de 3,025 quilômetros de faixas adicionais ao longo do trecho e quatro rotatórias: no km 73,2 (Usina Virgolino de Oliveira S.A.); km 74,60 (município de Monções e estrada vicinal que liga Monções a Gastão Vidigal); km 82,20 (acessos a duas estradas vicinais de Monções e Nhandera) e no km 89 (estrada vicinal que liga bairros de Nhandeara).

Mais melhoramentos

Alckmin também anunciou a construção de mais uma obra na SP-461, com investimento de R$ 15,44 milhões. As obras de recuperação e sinalização de pista entre o Km 127,33 e o Km 165,31, no percurso que passa pelos municípios de Votuporanga, Álvares Florence e Cardoso, devem ser iniciadas em outubro deste ano, com prazo de execução em 10 meses.

“Já demos ordem de serviço para as alças da SP-461, em Votuporanga, vamos investir quase R$ 3 milhões e licitamos no sábado as obras de Votuporanga até Minas Gerais, até Cardoso. Votuporanga, Álvares Florence até Cardoso”, anunciou o governador.

O secretário estadual de Logística e Transportes, Laurence Casagrande Lourenço, e o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ricardo Volpi, também participaram do evento.

Fonte:  Portal do Governo – 17/7/2017

read more
Notícias

ANTT estende prazo sobre produtos perigosos

no thumb

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) ampliou o prazo para que novas regras do transporte de cargas de produtos perigosos sejam cumpridas. A Resolução nº 5.232/2016 aprovou as instruções complementares ao Regulamento Terrestre do Transporte de Produtos Perigosos. Antes, o setor regulado tinha sete meses para se adequar às novas exigências, agora o prazo vai até 16 de dezembro de 2017.

Regulamento – A resolução foi elaborada com base nas últimas edições das Recomendações para o Transporte de Produtos Perigosos publicadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), que são adotadas como referência para o transporte de produtos perigosos na maior parte dos países.

A regulamentação agrega segurança ao transporte desses produtos, pois apresentam prescrições mais atualizadas no que diz respeito às exigências de embalagem, sinalização, operação de transporte, transporte em quantidade limitada, dentre outros. Ainda insere-se ao regulamento brasileiro as regras para o transporte de novos produtos químicos perigosos que foram incorporados ao regulamento internacional nos últimos anos.

Fonte: ANTT – 17/7/2017

read more
Notícias

Conheça a programação de cursos do SETRANS para os próximos meses

Curso junho2017

No mercado altamente competitivo as empresas precisam ter profissionais com habilidades e capacitados para enfrentar os desafios do dia a dia nas organizações. Portanto, treinar os colaboradores sempre será um ótimo investimento na empresa.

Com o objetivo de ajudar as empresas na qualificação de sua equipe, o SETRANS ministra diversos cursos voltados à todas as áreas das transportadoras.

Confira a programação de treinamentos do SETRANS para os próximos meses e inscreva seus profissionais.

Mais informações e inscrições com Renata: telefone (11) 4330-4800; e-mail treinamento@setrans.com.br .

AGENDA 2º SEMESTRE

read more
Notícias

Pesquisa Origem e Destino ouviu mais de 500 mil condutores

no thumb

A 3ª etapa da Pesquisa de Origem e Destino ouviu mais de 500 mil condutores nos sete dias de abordagem efetuada. Os dados da pesquisa são utilizados para definir projetos, construção, manutenção e operação rodoviária. Executada pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e com o apoio do COTER (Comando de Operações Terrestres), do Exército Brasileiro, a pesquisa coletou informações dos fluxos de veículos simultaneamente em 118 postos distribuídos em rodovias de 24 Estados do Brasil.

De acordo com dados disponibilizados no site do Plano Nacional de Contagem de Tráfego (www.dnit.gov.br/pnct), 9,6 milhões de veículos de passeio e de carga foram contados durante a pesquisa, realizada entre os dias primeiro e sete de julho. Ao todo, cinco mil militares aplicaram um questionário aos motoristas.

A pesquisa foi feita por amostragem, de forma aleatória, por tipo de veículo, e a participação foi voluntária. O maior número de entrevistas foi registrado na região Sudeste (209.632); seguido de 173.482 no Nordeste; 70.091 no Centro-Oeste; 32.919 na região Sul; e 32.171 no Norte do país. O posto 204 na BR-459, em Minas Gerais, realizou 13.108 pesquisas, sendo considerado o ponto com maior apuração. Nas duas primeiras fases, foram contados e classificados 5,8 milhões de veículos e entrevistados 508.226 condutores. A quarta e última etapa da pesquisa está prevista para novembro deste ano.

Com informações do DNIT

Fonte: Agência CNT de Notícias – 12/07/2017

read more
1 2 3 49
Página 1 de 49