Palestra no SETRANS sobre a cota de jovem aprendiz no transporte

Palestra no SETRANS sobre a cota de jovem aprendiz no transporte

A cota de jovem aprendiz no setor de transporte foi o tema central do café da manhã que o SETRANS promoveu nesta quarta-feira (04/12), em sua sede, em São Caetano do Sul – SP.

O advogado da Paulicon, Fábio Barros, falou de alguns pontos da legislação. Observou que pode se enquadrar na cota jovens entre 14 a 24 anos e que os contratos devem ser por escrito e com validade até dois anos. Sobre o cálculo, comentou que segundo as exigências do Decreto nº 9.579/2018 e da CLT, a cota de aprendizes está fixada entre 5%, no mínimo, e 15%, no máximo, por estabelecimento, dependendo do número de empregados da empresa.

Claudio Borelli, presidente do SETRANS e Fábio Barros, advogado da Paulicon

A representante do Centro Educacional Jovem Aprendiz do Brasil, Marli Ramos, falou do trabalho que desenvolve para o treinamento teórico dos jovens aprendizes e o suporte e assessoria às empresas. Recomendou que os gestores das empresas recebam os jovens como funcionários normais, integrando-os a equipe e, principalmente, dando responsabilidades a eles.  Marli esclareceu várias dúvidas dos participantes do encontro sobre carga horária e fiscalização.

Marli Ramos, do Centro Educacional Jovem Aprendiz do Brasil

O diretor do SETRANS, Fábio Brigidio, esclareceu que o Centro Educacional é uma opção para as empresas cumprirem a legislação na contratação de jovens aprendizes.

Fábio Brigidio, diretor do SETRANS

A diretora do Sest Senat Santo André, Talita Minervino Zorzan, falou dos serviços oferecidos pela instituição gratuitamente aos trabalhadores do transporte. Foi exibido filme institucional sobre a atuação do Sest Senat e depoimentos de usuários. A Unidade Santo André oferece treinamentos e atendimentos na área saúde (odontológico, psicológico e fisioterapia), além de áreas para o lazer dos trabalhadores em transporte e seus familiares.

A coordenadora de desenvolvimento profissional do Sest Senat Santo André, Francisca Barros Sobrinha, destacou o cunho social da contratação de jovem aprendiz e a instituição oferece os  cursos de Assistente em Logística e Assistente Administrativo.

Destacou que os cursos são gratuitos para as empresas de transportes e que o programa tem  direcionamento para as funções desempenhadas pelos alunos nas empresas.

Fernando Sapata (SETRANS), Francisca Sobrinha (Sest Senat), Nobumitsu Matsuda (SETRANS) e Talita Zorzim (Sest Senat)

Fonte: SETRANS – 04/12/2019

Fotos: Realce